Mês 11 – Produtividade


                                 

PRODUTIVIDADE

A produtividade mede a quantidade produzida em função dos recursos utilizados. Estes recursos utilizados podem ser medidos em pessoas, horas de trabalho, máquinas ou dinheiro.

PRODUTIVIDADE PELAS VENDAS: Se aumentar o preço de venda de um produto ou serviço temos um aumento de produtividade, sem aumento de esforço. Se aumentar a quantidade vendida de produtos com os mesmos custos, igualmente a produtividade aumenta. Da mesma forma se as vendas baixarem muito, apesar das pessoas manterem o mesmo nível de esforço o resultado será queda da produtividade.

PESSOAS E A PRODUTIVIDADE: A motivação é o combustível impulsionador da produtividade. Sem ela é impossível trabalhar feliz e com foco nos resultados, já que a empresa é constituída por pessoas e seus resultados dependem deles. Ter prazer no que faz aumenta a produtividade. Outro fator é o reconhecimento, tanto pessoal quanto financeiro.

COMO MELHORAR A PRODUTIVIDADE: É importante ter preocupação com ambiente de trabalho, seja em seu aspecto físico ou no relacionamento com os colegas, (ambiente limpo, seguro, arejado, clima de amizade e confiança);

Investir na formação e qualificação profissional dos funcionários;

Valorizar o profissional, promover seu desenvolvimento;

Demonstrar respeito pelos direitos e obrigações dos funcionários;

Evitar os Desperdícios aparentes, que são facilmente identificáveis, como: água, luz, lixo, sucata;

Evitar os Desperdícios ocultos, aqueles que existem nos processos de trabalho, com os quais nos acostumamos e não percebemos, só fazendo uma análise no processo de trabalho.

PRODUTIVIDADE NÃO É SOMENTE MAIOR QUANTIDADE, É PRECISO AVALIAR A QUALIDADE DO SERVIÇO:

Para melhor entendermos o que foi explicado acima, vamos a um caso praticado que vivenciamos no Salão da Raquel. A Raquel nos chamou para melhorar o seu Salão, pois tinha uma boa freguesia e considerava que o resultado no final do mês não era tudo aquilo que esperava.

Primeiramente fizemos um acompanhamento de um dia inteiro em seu Salão para conhecermos como era sua rotina de trabalho, seus controles e procedimentos. Um dos procedimentos que podemos observar que na hora das cabeleireiras lavar o cabelo dos clientes, havia dois tipos de desperdícios, o primeiro era quanto ao xampu e o creme condicionador, que cada profissional utilizava a quantidade que achava que deveria, algumas exageravam na quantidade, aumentando também o consumo de água, para tirar o excesso de espuma. Nossa sugestão foi que a Raquel implantasse três tipos de dosadores para o xampu e o creme, ou seja, um para cabelo curto, outro para cabelo médio e outro para cabelo longo e também aproveitasse a água das lavagens para a limpeza e descarga do banheiro, isto foi conseguido através de uma adaptação feita pelo encanador, que canalizou a água do lavatório para um reservatório onde poderia ser reaproveitada.

Com essas duas mediadas simples e com custos bem reduzidos a Raquel melhorou a sua a Produtividade, pois agora gasta menos xampu e creme, sem diminuir a qualidade dos serviços e com a economia de água a sua conta também diminuiu, após o primeiro mês os resultados já apareceram, pois houve redução na compra de xampu e creme e a conta da água também reduziu.

Vejam, com medidas simples e baratas vocês poderão praticar a Produtividade em suas empresas. Pense nisso, nos contate, teremos o maior prazer em atendê-los.

DICA

1) Identifique as falhas

Verifique quais e onde ocorrem as falhas que impactam negativamente a produtividade da empresa. Avalie o processo de trabalho, entenda onde e como o capital está sendo gasto. Contendo de forma clara estas informações, será possível automatizar os processos e cortar gastos desnecessários. O mapeamento de processos em uma pequena empresa é de suma importância, uma vez que descreve toda lógica de funcionamento da organização, portanto, para identificar as falhas, observe atentamente seus processos.

 

2) Motive sua equipe / Motive-se

Sabe-se que a motivação é criada através da interação entre o colaborador e a situação em que ele está envolvido na empresa, sabe-se também que a motivação varia de pessoa para pessoa devido ao momento em que se está vivendo. Outro fator a ser observado, é que segundo o estudo de Edwin Locke a motivação é gerada no ponto de partida dos objetivos, quando o colaborador estabelece seus alvos e define a melhor forma de atingi-los, o mesmo permanece, independente das dificuldades que o trabalho apresente, motivado devido a satisfação que o resultado o proporcionará, e isso o conduz e motiva. Logo, a importância da empresa, que precisa manter e/ou elevar a produtividade, em se empenhar afim de proporcionar qualidade ambiente de trabalho, cuidar para que seja harmonioso através da organização, higiene, mobílias que dê conforto (Ex. uma boa cadeira), manutenção dos equipamentos de trabalho, prezar por um clima organizacional saudável, reconhecer o trabalho bem executado, ensinar a partir dos erros, entre outros.

 

3) Invista em treinamento

Para que empresa tenha alta produtividade é imprescindível que a mesma capacite sua equipe, no caso do MEI, se capacite, atualize-os sempre, sobre as novas atividades, softwares, atendimento, ferramentas novas de trabalho, entre outros. O resultado será um trabalho melhor executado, excelentes resultados, diminuição de erros e conseguintemente de retrabalho. Muitos empreendedores acham que treinamento é oneroso e custa caro para a empresa, mas para esta afirmação devolvo outras perguntas, quanto custa um funcionário mal treinado? Quanto custa um funcionário que executa mal as suas funções e perde tempo na execução das suas rotinas? Esta é uma análise que se tem que fazer na hora de investir em treinamentos. Já dizia Derek Bok, ex-reitor da Universidade de Harvard, “se você acha que a educação é cara, experimente a ignorância”.

 

4) Faça planejamento

Um bom planejamento é primordial para os processos da empresa, quando não há planejamento as decisões a serem tomadas ficam incertos, e isso interfere diretamente na produtividade. E todo e qualquer planejamento que a empresa fizer, precisa e deve ser avaliado e moldado a realidade da empresa e do mercado no qual atua. A flexibilidade em um planejamento visa encontrar a melhor forma em fazer determinada ação, e não em abandonar o foco inicial. Atualmente existem ferramentas simples e gratuitas na web para fazer planejamento do seu negócio, além disso existem métodos simples e ágeis de planejamento que lhe ajudam a ganhar tempo na hora de planejar.

 

5) Crie estratégias

Importante que a empresa esteja preparada para variadas circunstâncias, como crises, cortes no orçamento, entre outros, que necessitam de estratégias para suportar de forma saudável os altos e baixos que podem vir a ocorrer, do mesmo modo que o planejamento, as estratégias precisam ser realizadas e avaliadas e melhoradas.

Um bom exemplo de estratégia para melhorar a produtividade consiste em investir em tecnologias que permitam otimizar o tempo de operação, assim viabilizando que os colaboradores mantenha o foco no negócio. Softwares pagos ou gratuitos, por exemplo, com variadas plataformas que atendam ao empreendimento, podem favorecer a diminuição de tempo no atendimento assim aumentando a satisfação e melhorando o relacionamento com cliente.

 

6) Foco na produtividade das reuniões/planeje

As reuniões não podem ser improdutivas, e isso acontece muitas vezes quando: o foco, o assunto é esquecido ou modificado durante o curso da reunião, temas de menor relevância tomam maior tempo, discussões são criadas fora de um senso comum entre os que se reúnem, e assim reunião prevista para 20 minutos ultrapassa o horário, o questão que deveria ser resolvida, a meta a ser definida, a decisão a ser tomada entre outras coisas, não são resolvidas. Para reuniões eficientes e de alta produtividade, procure definir o delimitar o tema e se manter nele, faça uma pauta contendo os assuntos que deverão ser abordados, procure objetividade e clareza. Em algumas empresas existe o costume de fazer reuniões em pé, para que as pessoas mantenham-se focadas na pauta e não usem a reunião como um pretexto para procrastinação. Outras empresas penduram um cronômetro grande na sala de reunião para monitorar o tempo gasto com reuniões e mensurar este custo na operação. Ou pode-se eleger um colaborador para controlar o tempo pre-determinado para cada assunto e controlar a pauta. Portanto é essencial manter o foco, pois reunião é um investimento de tempo.

 7) Comunicação interna

A produtividade da empresa está diretamente relacionada com uma comunicação interna clara e objetiva. A partir do momento em que os atores da organização, gestores e colaboradores, aprendem a se comunicar ou melhoram sua comunicação, os processos tornam-se mais ágeis e eficientes, e a produtividade cresce. A comunicação ineficaz é um ponto fraco nas empresas, e precisa ser melhorado para que não haja retrabalho, por exemplo, quando as pessoas não entendem exatamente o que deve ser feito.

 

ANEXO 1

Cálculo da Produtividade

 

Posted in Passo a passo.