Mês 5 – Ponto Comercial


                                 

Ponto de Venda

A escolha do ponto comercial é fundamental para o sucesso do seu negócio.

Não tenha pressa para escolher o local para sua empresa. Considere todos os aspectos: veja principalmente se o local é adequado para comportar o seu negócio, defina a área ideal em m², negocie o aluguel, valor, prazo de locação e demais cláusulas com o locador do imóvel, verifique se este atinge o seu público alvo em caso de comércio ou serviço ou se favorece o escoamento das mercadorias em caso de indústria. Já se você é um prestador de serviços, pense em um local na sua casa mesmo pode ser uma sala só pra você, onde vai guardar seus equipamentos de trabalho, seus materiais de escritório e os documentos da empresa.

Verifique se a população em torno do local são clientes em potenciais, veja também faixa etária dessa população se é o público que você quer atingir, renda, hábitos e comportamentos. O fluxo de pedestre é bom, existem outras empresas no entorno, incluindo os concorrentes que ajudaram a atrair o seus clientes e ainda a circulação de veículos é grande.

Outros detalhes também são importantes e devem ser observados como: serviços de transporte público para os clientes, facilidade de acesso para veículos, estacionamento para clientes, a não necessidade de atravessar a pista contrária, divisão de pista, não permitindo o cruzamento da via, avenida de tráfego rápido, local para carga e descarga, ótima visibilidade da loja. Em caso de indústria verifique se a rede elétrica comporta as necessidades da atividade. Ainda, verifique junto a prefeitura de sua cidade se nessa região é permitido a abertura da atividade que você se propõe a atuar, exemplo: algumas cidades não permitem abertura de canis, ou criação de animais domésticos como galinhas e ovelhas.

Examine sempre as condições do imóvel, para que não necessite de adaptações para o exercício de sua atividade. Mas, caso precise de qualquer reforma, lembre-se que esta depende de autorização do proprietário do imóvel e também da aprovação da Prefeitura local.

Quanto a Prefeitura você deve observar: se sua atividade esta de acordo com a lei de zoneamento do município, se os impostos do imóvel estão em dia e um detalhe muito importante verifique se o município possui legislação específica para fachada e instalação de anúncios.

As atividades relacionadas à saúde tais como: bares, lanchonetes, restaurantes, farmácias, etc., dependem de Alvará da Vigilância Sanitária e verifique ainda a necessidade de vistoria do Corpo de Bombeiros.

Existe um risco grande em se formalizar diretamente e sozinho no portal do empreendedor, principalmente nas questões municipais, já que o Alvará é provisório e poderá ser embargado pela Prefeitura, caso a atividade não esteja adequada para aquele local.

São várias questões, que precisam de atenção para escolher seu ponto comercial, para que não incida em alguma irregularidade. Portanto, nós do “Meu Negócio Passo a Passo” veio para auxiliar em todas essas questões e assessorar você para iniciar de maneira correta.

 

DICA

Um bom layout traz valor à sua loja

Logotipo, vitrine, disposição de produtos e de mobiliário, iluminação, cores e limpeza, entre outros, são fatores que devem ser observados.

A fachada e o ambiente da loja são os primeiros fatores a serem percebidos pelo potencial cliente. Entretanto, o impacto produzido pode ser positivo ou negativo.

 

Para determinar o estilo da comunicação visual, devem ser observados o segmento da loja, o perfil do consumidor e a filosofia de atendimento estabelecida. Esses fatores são chamados tecnicamente de merchandising, ou seja, é a forma correta de se comunicar, expor e apresentar junto ao cliente.

Alguns dos aspectos mais importantes na ambientação e comunicação com os clientes são:

Logo tipo

Deve ser relativamente curto, de fácil memorização e passar o conceito da loja e sua atividade.

Layout

É a utilização dos espaços disponíveis, determinando a melhor forma de adaptá-los ao trabalho de vendas e a comodidade do cliente. Deve considerar:

O acesso dos consumidores;

O local do caixa;

O local de estoque e armazenamento;

A disposição dos acessórios para colocação das mercadorias (gôndolas e displays);

A disposição das mercadorias e dos corredores, observando a passagem dos consumidores;

O local das vitrines.

Higiene e limpeza

Não basta a loja estar limpa, ela tem que parecer efetivamente limpa. O lojista deve ter atenção especial com chão, acessórios, displays, mercadorias, placas e a parte externa da loja.

Iluminação

Iluminar significa realçar loja e produtos. Esse é um dos aspectos mais importantes no ponto de venda. Além de clarear de forma geral a loja, a iluminação pode e deve ser utilizada para destacar produtos ou grupo de produtos, seja internamente ou nas vitrines.

Cores

A tendência geral e mais recomendável é utilizar cores neutras nas paredes, acessórios e gôndolas, assim os produtos serão realçados.

Disposição das mercadorias

Mesmo que a loja seja especializada, as mercadorias devem ser agrupadas de acordo com seu tipo e finalidade ou público a que se destinam. Além disso, os artigos devem estar sempre ordenados e organizados, pois a desorganização provoca perda de valor para os produtos expostos.

Vitrine

O objetivo principal da vitrine é chamar a atenção do consumidor para os produtos que a loja vende, convidando-o a entrar. É muito importante que os produtos expostos sempre contenham os respectivos preços.

Fonte:Sebrae

Posted in Passo a passo.