Mês 9 – Preço de Venda


                                 

PREÇO DE VENDA

Neste momento o empresário iniciante fica completamente perdido em relação a qual preço poderá praticar, pois ainda não sabe exatamente que margem pode colocar em cima de cada produto ou serviço, para que este seja vendável. Tudo isto depende de estudos em relação ao mercado que atua, aos custos do produto, aos custos da sua empresa, enfim alguns fatores que iremos explicar neste artigo.

Preço é o que consumidor está disposto a pagar pelo que você irá oferecer. A determinação do preço deve considerar os custos do produto ou serviço e ainda proporcionar o retorno desejado. Ao avaliar o quanto o consumidor está disposto a pagar, você pode verificar se seu preço será compatível com aquele praticado no mercado pelos concorrentes diretos.

Importante sempre pesquisar os concorrentes para verificar o preço que estes praticam, observe onde o seu preço está posicionado em relação aos preços de sua pesquisa, por exemplo: o meu preço é o maior ou o intermediário ou o menor. Utilize essas informações para escolher qual preço irá praticar para ser competitivo no seu mercado de atuação.

Mas lembre-se que o lucro do seu negócio depende diretamente dos preços de venda que você pratica. Portanto, os seus preços deverão ser suficientes para pagar todos os custos da sua empresa e ainda gerar lucro, pois é este que manterá sua empresa viva e com perspectivas de crescimento.

Veja no quadro abaixo:

Desta maneira é que funcionam os preços no mercado, se você detém um produto diferenciado, que ninguém dos seus concorrentes trabalha e que outros concorrentes estão muito distantes, onde o cliente pesará o fator tempo e custos para adquirir, você poderá então praticar um preço alto. Por isso a pesquisa se torna item imprescindível na formação do preço de venda.

Muitas vezes o empresário para aumentar o faturamento, reduz sua margem de lucro que muitas vezes já é bastante reduzida. Por falta de planejamento e registro, a margem de lucro deixa de ser calculada com exatidão e as mercadorias acabam sendo vendidas abaixo do valor que realmente poderiam ser, o que impossibilita a reposição do estoque. Os pequenos negócios geralmente quebram, quando o empreendedor descobre que o valor da mercadoria em estoque é menor do que as dívidas para pagamento deste estoque.

Há necessidade de se fazer um estudo completo de todos os custos da empresa e do mercado onde esta inserido, ou seja, um levantamento personalizado, para que possa realmente praticar um preço competitivo e que traga a remuneração suficiente para a empresa progredir e alcançar o lucro desejado. Portanto, nós da MEU NEGÓCIO PASSO A PASSO, estamos aqui para fazer este estudo para você, nos contato.

 

DICA

 O conhecimento e o controle das despesas e dos custos na empresa comercial proporcionarão respostas para várias indagações, entre as quais citamos:

I - Estou tendo lucro ou prejuízo na comercialização das mercadorias? De quanto?

II - Posso reduzir o preço de venda a fim de torná-lo mais competitivo? Reduzir em quanto?

 III - Entre as mercadorias que comercializo, quais deverão ter suas vendas incentivadas? (Margem de Contribuição.)

IV - Qual a quantidade mínima de vendas por mês necessária para cobrir todos os meus custos e despesas?

ANEXO 1

PLANILHA PARA DETERMINAÇÃO DO PREÇO DE VENDA

FÓRMULA:

CUSTO DO PRODUTO:

NA INDÚSTRIA: Descrever tudo que entra na composição do Produto (Matéria Prima)

NO COMÉRCIO: É o custo pago pelo Produto + frete

NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO: É o custo do Serviço Prestado + Peças

OBS: Deixe a margem de lucro de fora, veja quanto é o valor do preço de venda, só cobrindo as despesas sem lucro.

Posted in Passo a passo.